Vidas Cruzadas 47

***Marco***



O caminho para o hospital parecia não ter fim, e ainda por cima estava um transito enorme, assim que pode foi pé ao acelerador até chegar, tinha de ver a Cat, queria estar ao lado dela quando a nossa filha nascer. Entrei  no hospital e fui procurar uma enfermeira, que me disse que tinha chegado mesmo a tempo se queria assistir ao parto, claro que queria, então pediu-me para aguardar e já me iria chamar.
- Mãe da Catarina: Eu também gostava de estar ao lado da minha filha.
- Teresa: Mãe só lá pode estar uma pessoa, e o Marco é que vai ser pai, tem todo o direito.
- Mãe da Catarina: Como te atreves a disser uma coisa dessas quando esse senhor queria que ela abortasse e a abandonou?
- Marco: Eu sei que procedi mal, mas tentei remediar o meu erro.
- Mãe da Catarina: Há coisas ir-remediáveis meu senhor.
- Marco: Você nunca errou? Eu amo a sua filha e quero fazer-la feliz, a ela e à sua neta.
Quando a mãe da Catarina  se preparava responder veio a enfermeira e chamou-me para dentro. À medida que ia percorrendo o corredor a minha respiração ia acelerando, e minhas pernas cada vez tremiam mais, ate que me encaminhou para um quarto, onde estava a Cat deitada numa cama. Aproximei-me dela lentamente, estava a suar, com as dores e a ter contracções, cada vez mais fortes. Cheguei perto dela, ela estava a chorar com as dores.
- Marco: Calma amor eu estou contigo.
Ela olhou para mim, e eu dei-lhe a mão apertando-a com força e beijei-lhe a testa. O médico avisou que era o momento para ela fazer força.
- Marco: Força amor, é agora.
Daí a poucos minutos ouvi a minha filha a chorar pela primeira vez. E os médicos deram-ma para o colo, é tão pequenina, tão linda, tão frágil, encostei-a a Catarina.
- Marco: Conseguiste, esta aqui a nossa filha.
- Catarina: É linda não é?
- Marco: Como a mãe.
A nossa filha foi levada para lhe darem um banho, e a Catarina, reencaminhada para outro quarto.

Continua


3 comentários:

  1. Ai só de saber que está a acabar até me dá vontade de chorar :'(
    Eu adoro a tua fic, muito sinceramente é uma das melhores que já li até hoje e acredita que já li muitas e a tua é sem dúvida uma das melhores :D
    Não como é que vai acabar mas sei que não me vais desiludir, nem a mim nem a todas as leitoras que por aqui passam, estou ansiosa para saber como vai acabar, apesar de não querer que acabe mas pronto :\
    Espero que no fim desta resolvas escrever outra fic, e com todo o gosto que a seguiria também. :)
    Beijinhos e desejo-te uma Páscoa muito feliz :D

    ResponderExcluir